Porque os Pastores Caem?

Não é incomun ouvir de pastores e líderes que cairam em pecado de imoralidade. Geralmente quando ouvimos casos ocorridos, isso é porque a situação veio à tona inesperadamente e a notícia corre na velocidade da internet. Mas nem todos os casos chegam ao conhecimento do publico. Muitos camuflam uma vida dupla por anos e alguns, pela eternidade afora. É lamentável, mas ocorre! Pastores e líderes não são super-herois. Eles são homens como qualquer outro e sugeitos às mesmas tentações e fraquezas.

Enumero aqui alguns poucos motivos pelos quais esses homens caem. Não é uma lista concluída, mas são linhas mestras de fatores que cooperam para umas queda. Ela serve não só para pastores e líderes mas para qualquer homem.

Por que os “homens” caem em pecado de imoralidade?

1. Por uma fraca ou uma perda do relacionamento íntimo com Deus.

2. Por uma inclinação a superar as pressões, dores, frustrações, desapontamentos e perda da intimidade conjugal com recursos inapropriados de prazer, tais como, filmes e revistas pornográficos.

3. Achando e aceitando um conforto inapropriado de alguém que não seja sua esposa.

4. Vivendo com uma carência de amor e aceitação.

5. Por ignorar ou por um fraco compromisso com os princípios bíblicos.

6. Por uma vida solitária.

7. Por não ter vencidos problemas do passado relacionados a pecados, relacvionamentos, trumas e desvios de caráter.

8. Por preferir o prazer do pecado ao invés de fazê-lo morrer.

9. Por não ter tratado com influência da espiritual do mal com na qual esteve escravizado antes da conversão.

4 responses

18 12 2009
ARIOVALDO CARDOSO DE OLIVEIRA

Poderíamos acrescentar os casamentos equivocados? Os casamentos que podem ser qualificados de “encravamentos”?

21 12 2009
rcarlos90

Bom, talvez os “casamentos equivocados” – questiono o equivocado – ou casamentos “encravamentos” podem apenas servir como fachada de um problema maior: Falta de Temor a Deus! Quaisquer outros motivos emanam desse.

10 06 2013
marco aurelio

Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
Tiago 1:14-15
Tentação, atração e engano.

5 05 2015
Raimundo José de Lma

Dentre tantas “motivações” para o arraigamento no pecado, creio que o ponto relevante é: um desvio do temor (reverente) a Deus.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: