NOTA DE FALECIMENTO

20 01 2015

NOTA-DE-FALECIMENTO-2-1000x465

É COM IMENSA ALEGRIA E JÚBILO QUE COMUNICAMOS O FALECIMENTO DE UM VELHO INIMIGO.

O NOSSO VELHO HOMEM MORREU!

Já não há mais condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus. Estamos todos cruscificados com Ele e, já não vive mais em nós aquele que nos afastava de Deus. Temos agora liberdade para voltar ao lar e receber de volta todas a preciosa herança.

Aguardem! Nos próximos dias daremos mais informações sobre esse extraordinário acontecimento.

Vocês não imaginam o quanto de riqueza que existe em depósito esperando pelos beneficiários. Daremos a lista dos requisitos nos próximos artigos.

Espalhem a notícia!

Roberto Carlos Fernandes – Por Um Mundo Melhor





TRIUNFANDO SOBRE AS TRIBULAÇÕES

11 01 2015

TRIUNFANDO SOBRE AS TRIBULAÇÕES.





TRIUNFANDO SOBRE AS TRIBULAÇÕES

11 01 2015

1. Estejamos preparados quando as tribulações vierem sobre nós.

Tiago 1:2-4 – “Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes por várias provações, sabendo que a aprovação da vossa fé produz a perseverança; e a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, não faltando em coisa alguma”.
João 16:33 – “Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”.
Romanos 12:12 – “alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração”.
II Coríntios 4:8 – “Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos”.

Sem dúvida alguma as provações, provas e tentações fazem parte da nossa vida. Todos sofremos, uns de uma maneira, outros de outras, mas todos temos nossos momentos de sofrimentos. A maniera como recebemos esses momentos é que fazem diferença nos resultados. Na realidade, todo sofrimento, provações e tentações são necessárias para o nosso crescimento espiritual e o fortalecimento de nossa fé. São ferramentos importantes para nosso aperfeiçoamento. É através das adversidades e provações que aprendemos a paciência, o bom senso e o domínio próprio. Portanto, precisamos estar preparados para quando elas vierem sobre nós. E, se entendermos que elas nos ajudarão de alguma maneira, nós a receberemos com alegria. Assim, estejamos pronto para quando elas vierem. E não nos iludamos… elas virão!

2. Seja sábio em como você processa os problemas que surgem em seu caminho.

Tiago 1:5-8 – “Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, não duvidando; pois aquele que duvida é semelhante a onda do mar, que é sublevada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa, homem vacilante que é, e inconstante em todos os seus caminhos”.
II Coríntios 4:17-18 – “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós cada vez mais abundantemente um eterno peso de glória; não atentando nós nas coisas que se vêem, mas sim nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, enquanto as que se não vêem são eternas”.
II Coríntios – 12:10 – “Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco, então é que sou forte”.

Cada dia se apresenta com desafios diferentes. Ser sábio em como administrar os problemas que surgem é algo a ser aprendido. Antes de qualquer coisa, encará-los como reais oportunidades para a superação, ou seja, crescer em conhecimento, graça e dependência de Deus. Ele, Deus, quer nos ensinar Seus caminhos e isso inclui atravessar vales e desertos. Temos que ter olhos espirituais para ver alêm do que nossos olhos físicos percebem. As coisas que vemos com os olhos físicos são temporais mas as que vemos espiritualmente são eternas. Assim, quando vêem as provações e os problemas, produrar olhar a cada uma deles com a perspectiva correta. Elas vêem para produzir em nós algo bom e duradouro.

3. Esteja ciente de que você é mais valioso para Cristo.

Romanos 8:35 – “quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?”.
John 14:27 – “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”.

Na perspectiva de Deus, cada um de nós está incerido dentro de um propósito, ser iguais a Jesus. Obviamente temos que ter uma visão do Jesus homem; aquele que viveu aqui como nós e passou pelas mesmas tentações e provações. Toda Sua vida aqui na terra foi uim exemplo de como nós também podemos e devemos viver. Seu amor por nós foi além do sofrimento. Foi através dele que ele se aperfeiçoou e pode inteceder por nós. Masntenhamos nossos olhos Nele para que não desfaleçamos em nossa fé.

Conclusão:

Todos vamos sofrer provações e tentações… mas como encará-las e como as receber é que fará diferença nos resultados.





AMIGOS INIMIGOS

3 12 2014

“É na adversidade que se conhece um amigo… e um inimigo também”

Famosa é a oração feita por Lutero, “Senhor, livra-me dos meus “amigos” porque dos meus inimigos, me livro eu”.

O título parece ser um paradóxo, mas é tão comúm em nossos dias que vocês nem fazem idéia. Falemos um pouco do que seria um “amigo”. Amigo é alguém que, sem nenhuma intenção maliciosa, nos aceita exatamente como somos, admira nossas qualidades e critica nossos defeitos sem associá-los à nossa amizade. Amigo é alguém que, mesmo não concordando com nossas diferenças, não nos força a que mudemos ou nos amoldemos a ele. Amigo é alguém que, nunca aceita ouvir algo dito contra nós sem a nossa presença. Amigo é alguém que divide conosco as honras e assume conosco os prejuízos. Amigo é aquele que se sente bem quando nos vê e chora quando partimos. Amigo é alguém que mesmo sem ser solicitado, se faz presente. Amigo é alguém que separa coisas de pessoas. Amigo é aquele que faz promessas e as cumpre. Amigo é aquele que diz verdades com frases abertas.

Falemos um pouco dos inimigos. Um inimigo não é apenas alguém que não é nosso amigo, mas alguém que não quer ser nosso amigo. Não nos aceita como somos. Não admira nossas qualidades, mas as critica. Critica as qualidades e valoriza nossos defeitos como justificativas para não ser nosso amigo. Não concorda com as diferenças e exige que nos amoldemos a ele. É alguém que tem prazer em ouvir o que falam contra nós. É alguém que não divide as honras e nunca assume os prejuizos. É alguém que evitar estar conosco e se alegra quando partimos. É alguém que só está presente quando solicitado. É aquele que, por causa de coisas, se afastam de nós. É aquele que adora fazer promessas que nunca vão cumprir, É aquele que lisonjeia, mas não revela as verdadeiras intenções.

A grande questão não é se temos um amigo ou inimigo, mas sim se somos um AMIGO ou um INIMIGO!

“Não existe amor sem amizade, nem amizade sem amigos…”

Roberto Fernandes





DEUS ENTREGOU O HOMEM AO SEU PRÓPRIO DESTINO

24 11 2014

DEUS ENTREGOU O HOMEM AO SEU PRÓPRIO DESTINO.





DEUS ENTREGOU O HOMEM AO SEU PRÓPRIO DESTINO

24 11 2014

Eu me lembro de uma conversa entre pastores àlguns anos atrás sobre a situação moral do mundo. Um desses pastores declarou: “Os homossexuais não vão ganhar essa batalha…” e concluiu, “eles já ganharam!”. Isso aconteceu há uns 20 anos atrás. Hoje, reconheço que aquele pastor estava certo!

Um outro pastor ao pregar dizia, “quando o homem não quer fazer a vontade de Deus, Deus o ajuda a que ele faça a sua miserável vontade”.

Vocês já devem ter ouvido a expressão “Deus permitiu” e nisso alguns se baseiam para cometerem toda sorte de pecados, alegando que, “se Deus quizesse, Ele os impediriam…”. Pura idiotice extremamente ingênua.

Hoje quando eu vejo pessoas tentando defender a moral no mundo, lutar contra os homessexuais, acabar com o divórcio, dar um fim ao abôrto, destruir a violência doméstica, trazer justiça na causa dos pobres, lutarem contra a mentira e a rebeldia, eu digo, – tudo isso é causa perdida. Deus não está nisso! Deus não está lutando contra o Diabo, o inferno, a carne e o mundo. Deus não está nem aí para essa situação. Digo mais, Deus na verdade ENTREGOU o homem às suas paixões. Deus entregou o homem ao seu próprio destino!.

Nós não podemos mudar o curso deste mundo. Seja na sociedade, na política ou na religião. Onde estiver o homem, aí estará a permissão de Deus para que ele faça o que bem queira.

Desistimos? Abandonamos o barco? Não! Não se trata disso. Temos outras coisas mais importantes a fazer. Temos uma Igreja para construir, uma família pra edificar, um povo santo para preparar para a eternidade.

Não vamos perder nosso tempo lutando contra os governantes corruptos. Não vamos sair às ruas com bandeiras de protestos. Não vamos berrar nos programas de televisao e rádios como Don Quixote de LaMancha que lutava contra os moinhos de ventos. Não meus amigos… nossa luta não é contra a carne e sangue. Não é contra pessoas. Nossa luta deve ser no sentido de nos maternos fora de tudo isso. Lutar para sermos Santos e irrepreensíveis. Nos amar e nos servir. Amar e sermos misericordiosos. Perdoar e sermos perdoados. Servir e sermos servidos.

Deus entregou o homem ao seu próprio destino, mas entregou à Igreja a chave da eternidade. Deu-nos o poder para perdoar, para amar, para fazer justiça. Podemos sim, viver tudo o que Deus quer que vivamos.

Deixem os mortos que sepultem os mortos. Nós não precisamos provar nada para ninguém, mas mantermos a porta aberta a todos aqueles que, a qualquer momento possam entrar arrependidos. Essa é a nossa batalha!

Não fomos chamados para reformar o mundo, mas para vencê-lo! Vencê-lo significa que não seremos subjugados por ele. Não vamos nos amoldar, nem mesmo usar as mesma linguage.. Vamos sim, ser o que devemos ser. Bom seria lembrar as palavras de Jesus: “O mundo passa e com ele as suas paixões… mas aquele que faz a Vontade daquele que me enviou,permanecerá para sempre”. outra… “no mundo tereis aflições, mas tenham bom ânimo, Eu venci o mundo!” E como foi que Ele venceu o mundo? Nunca fazendo a sua própria vontade.

Não vos enganeis, de Deus não se zomba, pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará!

Boa Batalha!

Roberto Carlos Fernandes





O TRIPÉ DA SAÚDE

6 11 2014

Na última edição da revista “Bate-Papo” introduzi um tema bem atual, “O equilibrio da saúde física, mental e social”. Vamos seguir desenvolvendo este tema um pouco mais!

Conheço muitas pessoas “saradas”, com corpo escultural, mas com a cabeça tão pequena quanto a de um alfinete. Bastam alguns minutos conversando com elas e se nota que não falam coisa com coisa, são voadas e vazias. O que falta? Uma mente sadia. Não basta apenas ter um corpo sadio, é preciso uma mente sadia também.

Por outro lado, há pessoas “cabeças”, ou seja, muito inteligentes, devoradoras de livros, conhecedoras de culturas mil, mas são debilitadas fisicamente. Vivem à custa de medicamentos e drogas para substituir a falta de correta alimentação e exercícios físicos.

A terceira perna do tripé da saúde tem a ver com os nossos relacionamentos. Dizem que se conhece o caráter de um homem pelas decisões que ele toma, pelos “nãos” que ele diz e pelos amigos que o cercam. Outro ditado popular muito famoso , “diga-me com quem andas e te direi quem és” reflete uma verdadeira realidade.

Uma pessoa realmente saudável concentra em sí mesma essas três áreas da vida sob controle.

  1. Saúde física

Saber comer é mais importante do que comer. Portanto, escolha bem os alimentos e coma somente aquilo que realmente teu corpo necessita. Fazendo assim, você evitará gastos com medicamentos e terapias para corrigir o que os maus alimentos produzem. Ir ao médico periódicamente para monitorar tua saúde é saudável, mas ir ao médico somente quando se está doente revela o estilo de vida que temos, ou seja, não estamos mantendo o equilíbrio.

  1. Saúde mental

Há um segundo elemento fundamental nesse equilibrio, trata-se da saúde mental. Essa sim, além de ser um aditivo ao corpo, “mente sã, corpo são”, é também a mola propulsora para tornar a vida mais agradável.

Assim como o corpo necessita de alimentos e nutrientes saudáveis para manter-se saudável, assim também a nossa mente necessita ser alimentada com aquilo que a faça estar sem stresse, agonia, depressão, ansiedade, mêdo, insônia e cansaço sem razão.

Há quem diga que para criar uma mente saudável, bastam boas leituras! Claro que Isso inclue boas leituras também, mas o assunto vai muito mais além. Nossos ouvidos e nossos olhos são captadores de influências externas. Tudo o que ouvimos e vemos, vai diretamente para a nossa memória. Uma vez memorizado, nossa imaginação projeta propostas que a nossa consciência irá julgar. Assim, quando tomamos uma decisão qualquer, essa decisão é o resultado dos dados acumulados em nossa memória. Pessoas que passam o dia ouvido más notícias, vendo catátrofes e mortes, não pode esperar ter uma noite de descanso tranquila. Não basta ler um bom livro, é preciso tapar os ouvidos para não ouvir o que não nos trará nenhum benefício mental. Não basta ir a uma igreja aos domingos prá rezar, se durante a semana a mente é bombardeada com mentiras, violência, mortes, catástrofes, entre outras coisas.

  1. Saúde social

Para quê viver com saúde e ter uma mente saudável se vivermos isolados e sozinhos? Não há dúvidas de que a solidão é uma das causas de suicídio e morte precoce. Nós nascemos neste mundo para nos relacionar com outros. Não fosse assim, onde estaria a família? Nós não somos frutos de uma máquina de produção em série, somos gerados de relacionamentos afetivos e duradouros. Infelizmente a família tem sido substituida pelos “day-cares” e pelos “nursing rooms”. As crianças crescem com pessoas estranhas e os velhos morrem longe dos filhos e parentes. Por outro lado, as conversas de final de tarde, ou uma boa chícara de café têm sido substituidos pelos “facebooks” e outras redes sociais virtuais onde nunca se pode receber um abraço apertado ou enxugar as lágrimas do amigo que chora. Nunca na história da humanidade se falou tanto em amizade, mas nunca se teve tantos solitários como nesta geração moderna.

Em resumo, o que você come, pensa e com quem se relaciona, isso é você! Portanto, cuide-se! Cuide da saúde física mas não deixe tua mente se contaminar com o que destroi todo bom relacionamento. Alimente-se bem, mas cuide da tua alma com alimentos saudaveis de boas leituras, bons filmes, boas caminhadas ao ar livre, e não troque a presença de um amigo sincero por milhares de amigos virtuais.

Que o ano de 2015 seja o ano da restauração do corpo sadio, da mente saudável e da verdadeira amizade!

Roberto carlos Fernandes – Por Um Mundo Melhor








%d bloggers like this: