JESUS E OS FARISEUS

Falar contra o divórcio e o recasamento sem antes mostrar o cenário onde se baseiam os maiores argumentos a favor, seria como desferir murro no ar. A maioria dos sofismas evangélicos se baseia em Mateus 19 e, além das traduções bíblicas tendenciosas a favor do divórcio e recasamento, a maioria dos defensores deixam de contextualizar o episódio com as pessoas envolvidas.

Nesse caso em particular, temos algumas observações que podem ajudar-nos a entender um pouco mais essa questão. O cenário de Mateus 19 é montado com diversos personagens diretos: Jesus, os discípulos, os fariseus e a multidão, e personagens indiretos: O Criador, Moisés, a lei, os pais, o homem e a mulher, os adúlteros, os fornicários, os eunucos.

O episódio não é centrado no divórcio e recasamento, como querem a maioria dos defensores. Na verdade o centro da questão de Mateus 19 é a oposição dos fariseus a Jesus. Nesse caso, tomaram como motivo uma questão polêmica entre eles mesmos. Obviamente não buscavam conselho ou uma opinião que aclarasse a briga entre as duas escolas da época. O objetivo era pegar Jesus nalguma falha.

Se não entendermos essa realidade, vamos cair na “trama” dos fariseus e fazer o “joguinho” deles.

Antes de analisar o texto de Mateus 19, o que faremos em outra ocasião, vamos ver como era a situação entre Jesus e os fariseus, fora desse contexto de divórcio e recasamento.
Nenhum outro grupo representa melhor a religiosidade fria e hipócrita do que a seita dos fariseus. O contraste que havia entre o estilo de vida arrogante e superficial dos fariseus com o estilo de vida simples e profunda de Jesus era tão gritante que não havia como evitar os choques entre eles quando se encontravam.

Algumas advertências de Jesus aos seus discípulos a respeito dos fariseus:

Mateus 5:20; 15:12-14; 16:6, 11-12; 16:11-12; 23:2-4; Marcos 8:15; Lucas 12:1

§  Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

§  Então, acercando-se dele os seus discípulos, disseram-lhe: Sabes que os fariseus, ouvindo essas palavras, se escandalizaram? Respondeu-lhes ele: Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada. Deixe-os; são guias cegos; ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão no barranco.

§  E Jesus disse-lhes: Adverti, e acautelai-vos do fermento dos fariseus e saduceus.

§  Como não compreendestes que não vos falei a respeito do pão, mas que vos guardásseis do fermento dos fariseus e saduceus?

§  Então compreenderam que não dissera que se guardassem do fermento do pão, mas da doutrina dos fariseus.

§  Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus. Portanto, tudo o que vos disserem, isso fazei e observai, mas não façais conforme as suas obras; porque dizem e não praticam. Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens, mas eles mesmos nem com o dedo querem movê-los.

§  E ordenou-lhes, dizendo: Olhai, guardai-vos do fermento dos fariseus e do fermento de Herodes.
Ajuntando-se entretanto muitos milhares de pessoas, de sorte que se atropelavam uns aos outros, começou a dizer aos seus discípulos: Acautelai-vos primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.

Declarações fortes de Jesus aos fariseus

Mateus 23:14-15,23,25,27,29; Lucas 11:39, 42 – 44

§  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso sofrereis mais rigoroso juízo.

§  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós.

§  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.

§  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniqüidade.

§  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.

§  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que edificais os sepulcros dos profetas e adornais os monumentos dos justos.

§  E o Senhor lhe disse: Agora vós, fariseus, limpais o exterior do copo e do prato; mas o vosso interior está cheio de rapina e maldade.

§  Mas ai de vós, fariseus, que dizimais a hortelã, e a arruda, e toda a hortaliça, e desprezais o juízo e o amor de Deus. Importava fazer estas coisas, e não deixar as outras.

§  Ai de vós, fariseus, que amais os primeiros assentos nas sinagogas, e as saudações nas praças.

§  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! que sois como as sepulturas que não aparecem, e os homens que sobre elas andam não o sabem.

O posicionamento dos fariseus em relação a Jesus

Mateus 12:14, 24; 16:1; 19.3; 22:15; 27:41-42; Marcos 3:6; 10:2; 12:13; Lucas 5:21; 5:30

§  E os fariseus, tendo saído, formaram conselho contra ele, para o matarem.

§  Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios

§  E, chegando-se os fariseus e os saduceus, para o tentarem, pediram-lhe que lhes mostrasse algum sinal do céu.

§  Então chegaram ao pé dele os fariseus, tentando-o, e dizendo-lhe: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?

§  E, tendo saído os fariseus, tomaram logo conselho com os herodianos contra ele, procurando ver como o matariam.

§  Então, retirando-se os fariseus, consultaram entre si como o surpreenderiam nalguma palavra.

§  Da mesma maneira também os príncipes dos sacerdotes, com os escribas, e anciãos, e fariseus, escarnecendo, diziam: “Salvou os outros, e a si mesmo não pode salvar-se. Se for o Rei de Israel, desça agora da cruz, e crê-lo-emos”.

§  E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher?

§  E enviaram-lhe alguns dos fariseus e dos herodianos, para que o apanhassem nalguma palavra.

§  E os escribas e os fariseus começaram a arrazoar, dizendo: Quem é este que diz blasfêmias? Quem pode perdoar pecado, senão só Deus?

§  E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores?

Jesus ou os fariseus?

Quando lemos a respeito de qualquer assunto, sempre ficamos do lado de Jesus. Para a maioria de nós, questionar a Jesus seria uma ofensa. Mas, quando se fala sobre divórcio e recasamento, a maioria prefere ficar do lado dos fariseus.

Não podemos cair na armadilha dos fariseus. Eles advogavam uma causa própria, uma artimanha para pegar Jesus em alguma falha. Portanto, considerar esse fator na análise do texto de Mateus 19, é fundamental para ver que o assunto é muito mais simples do que a polêmica que alguns procuram fazer. A simplicidade era tão grande que os discípulos não tiveram nenhuma dúvida a respeito e nem mesmo questionamentos contra. A única observação que eles fizeram sobre o tema foi com respeito a possibilidade de não casarem, fugindo assim da responsabilidade de manterem-se fiéis à mulher com quem casassem.

No episódio narrado em Mateus 5, 6 e 7 vemos que Jesus foi muito mais enfático e amplo na interpretação da lei de Moisés e acrescenta a frase; “EU PORÉM VOS DIGO”. Essa frase não é para fariseus, mas sim para discípulos. Da mesma forma quando ele fala: “Um novo mandamento vos dou.” não o faz para fariseus, mas para discípulos.

Portanto, se quisermos ser fiéis a alguém, temos que ser fiéis a Jesus e não aos fariseus. E, cuidemos, para não sermos nós mesmos “fariseus”.

Próximo Capítulo: Jesus e suas Respostas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: